Desde que comecei a me interessar mais por Astrologia, via textos e relatos de pessoas falando sobre o tão temido Mercúrio Retrógado. Sempre colocando o planeta da comunicação como o vilão dos tempos, lia coisas sobre: evitar comprar equipamentos eletrônicos, pois eles poderiam vir com defeito; assinar contratos, porque você poderia deixar passar despercebido alguma coisa importante; evitar qualquer tipo de discussão, pois não estaríamos pensando direito e poderiam haver falhas de comunicação, tanto entre pessoas, como na parte operacional de empresas. Enfim, sempre lia coisas muito ruins á respeito da retrogradação deste planeta, mesmo sendo colocado que seria um período de “revisão”, e que isso, de fato, era uma coisa boa.

Mas será que realmente todas essas coisas acontecem ou isso é só a nossa forma de olhar para o que ele está querendo nos mostrar?

Depois que aprofundei meus estudos na Astrologia, tive uma outra visão de tudo e queria compartilhar isso com você.

Antes de mais nada, o movimento retrógrado dos planetas não existe. Cada planeta segue sempre sua órbita elíptica no mesmo sentido sem nunca invertê-lo. O movimento retrógrado observado no céu não passa de uma ilusão de ótica, cuja origem é o movimento da Terra, em relação aos demais planetas. Quando o planeta está em um movimento mais próximo da Terra, temos a impressão de que ele está em movimento contrário (não vou aprofundar tanto, pois esse é um assunto pra outro post).

Por ele estar mais próximo do nosso planeta, a função dele está em maior potencial, mas vai depender muito do modo como você olha pra isso. E este é o momento em que eu acredito que você pode ter dois pontos de vista sobre disso: você pode deixar fluir a energia de que quando este planeta está retrógrado, as coisas começam a dar errado, falhas de comunicação, eletrônicos etc. Ou você pode deixar fluir a energia de que este planeta está em maior potencial, mais próximo, e com grande influência na Terra, ou seja, você consegue perceber esses erros mais facilmente por ele mostrar isso neste momento. Como ele está mais próximo de nós, ele está te dando a chance de notar com mais clareza, algum erro que já foi cometido. Então assinar um contrato, por exemplo, não seria uma coisa ruim quando mercúrio está retrógrado, dependendo do seu ponto de vista. Se você assinar esse contrato sem ler, sim, ele pode ter algum erro, assim como em qualquer momento da vida isso pode acontecer, mas com este planeta em potencial e você se dedicando a ler este contrato, ele vai te mostrar mais facilmente caso esse erro esteja lá. Assim como falhas em equipamentos eletrônicos ou nas empresas, ao invés de concluirmos que aquelas falhas estão ocorrendo porque o planeta “vilão” está retrógrado, porque não pensar que este planeta está nos mostrando o que precisa ser consertado?

Acredito que tudo na vida, podemos interpretar de diversas maneiras, e que cada pessoa é única, assim como a forma como enxergamos as coisas e jamais julgaria alguém que tenha uma visão diferente da minha. Mas senti muita necessidade de compartilhar isso aqui com você, para que possamos desmitificar um pouco esse conceito de “medo” quando mercúrio entra em retrogradação.

Quando você permite uma percepção ruim sobre algo e deixa de fazer coisas por isso, você automaticamente está dizendo sim para que essas energias atraiam essas “falhas” que dizem ser de MR. Então, ao invés de encarar como um momento ruim, podemos ver como um ótimo período, que sim, pode ser um tempo de revisão, mas uma revisão com muito mais clareza. E isso não é ruim, é perfeito, assim como a natureza.